Projeto Tempo

Nasceu projeto e vai morrer projeto. Toda segunda-feira, por volta das 8:30h da manhã, desde 11 de fevereiro de 2008, este que vos escreve fotografa a própria cabeça. Em 9 de junho do mesmo ano, a obsessão atinge um pequeno vaso onde vivia um cacto. O cacto se foi, outros vegetais brotaram no mesmo vaso, até que este também se foi e só o que sobrou e permanece, em contínuo processo de reciclagem, é a terra. Mais recentemente, precisamente a partir de 27 de agosto de 2012, uma amendoeira vizinha, que sofreu duas tentativas de amendoeirocídio (o segundo tristemente bem sucedido), passa a ter seu processo de recuperação e sobrevivência de seu espólio registrados nos mesmos intervalos. Por fim, um registro com começo, meio e fim. A vida de uma pia ao longo de pouco mais de dois meses.

Os resultados (sempre) provisórios do projeto serão postados aqui periodicamente.



Até breve!








8 comentários:

  1. Muito foda, Gavazza.

    ResponderExcluir
  2. Incentivo que façam o mesmo. O tempo não dá trégua, mano!

    ResponderExcluir
  3. Mto bom! Gostei mto mesmo... que bom q fez isso.

    ResponderExcluir
  4. camarada!!!
    só-mente dessa careca cada vez mais insana (e dessa insanidade cada vez mais careca) poderia sair uma ideia dessa: genial!!!

    saudosas e libertarias saudaçoes

    ResponderExcluir
  5. Ahaha, moço. Insanidade é o que te mandarei agora.

    Quando apareces?

    ResponderExcluir
  6. Faça, Francine! Faça! Na verdade, gostaria de reunir inúmeras experiências nessa linha.

    ResponderExcluir